terça-feira, 29 de setembro de 2009

Fotos - Acampamento no Deserto


















segunda-feira, 28 de setembro de 2009

domingo, 27 de setembro de 2009

sábado, 26 de setembro de 2009

Fotos - Auberge du Sud






quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Deserto em Portugues Suave

Em Viagem - Dias 5, 6 e 7

O Auberge du Sud fica a distancia de uns 10 metros das dunas de Erg Chebbi. E como estar frente a frente com incontaveis ondas de areia.
A nossa chegada foi apenas a tempo do jantar e com um pneu furado de brinde, pelo aue ca em baixo ja nao havia muito para ver, mas la em cima...
Deitadados nas dunas, olhando para cima viamos o ceu estrelado deslumbrados como se fosse a primeira vez. Olhar para o ceu sem o minimo vestigio de nubolusidade e sem a interferencia das luzes que temos nas cidades permitenos ver as estrelas com muito maior clarividade.
Planetas, constelacoes, estrelas cadentes, a via lactea... E como ver-los com outra profundidade, em alta-definicao, ver mais longe do que estamos habituados.

O dia seguinte comecou bem cedo para avancarmos pelas dunas para ver o espectaculo do sol a nascer. Aqui ele nasce ao fundo por detras das montanhas que separam Marrocos da Argelia.
Ja o sol ia alto, com os copinchas na sorna para recuperar do acordar madrugador, decidi ir explorar as dunas.
Caminhei pela areia dourada fora com o objectivo de ver para la da duna mais alta mas mal chegava ao topo via em seguida outra ainda mais alta, e outra, e outra...
Mas esta travessia no deserto é algo que é absolutamente viciante. Caminhar e caminhar, subir e descer as dunas a medida que elas aparecem, desejando ir cada vez mais longe.
E uma sensacao unica, estar sozinho num local onde so existe o sol que brilha com mais vigor que nunca, o ceu azulissimo, uma imensidao de areia e o vento que trabalha incansantemente para alisar as dunas e apagar o rasto dos que por ali se aventuram.
E é surpreendente como ali, onde a partida so se veria areia, a paisagem nunca se torna monotona, nao se encontrando duas formacoes iguais.

No final do dia foi tempo de avancar pelo deserto novamente, desta vez em caravana, montado nas costas de um dromedario. Ao longo de duas horas e ao ritmo do por do sol dirigiamo-nos para o acampamento onde passariamos a noite.

A passagem pelo Auberge du Sud seria tambem a experiencia mais lusofona ate entao. A comecar pelo staff habituadissimo a receber Portugueses e que sabia dizer muitas palavras, a completar com espanhol. Nao e de admirar de todo, afinal foi atraves do site de um Portugues que praticamente se mudou para Marrocos e que nesta zona e mais conhecido que o tremoco, que ficamos a saber do Auberge e da possibilidade desta experiencia.

Tambem aqui conhecemos um grupo de cariocas que vieram de aviao e depois alugaram carros para andarem, como nos, a explorar Marrocos. A eles nos juntamos em parte da estadia e foi muito bom este intercambio Portugal-Marrocos-Brasil. E quem sabe se em Fevereiro nao estaremos na cidade Maravilhosa para o Carnaval ou eles no Porto em Junho para o Sao Joao...
A saida para a proxima jornada ainda conhecemos um grupo de 5 Portugueses que tinham chegado na noite anterior, enquanto acampavamos, e que faziam um percuso similar ao nosso mas em sentido inverso.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Fotos - De Fez para Sul